Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a constibação.jpg

É verdade, abigos, esta berda já be anda a chatear há quase uba sebana e está difícil de bassar. Ando a inalar sbrays nasais, a tobar anti-histabínicos bais anti-inflabatórios e não be fazem qualquer efeito. Bas não é a brobósito da binha constibação que be brobonho a escrever este artigo; é bais sobre a discorrência do seu significado. Brosseguindo:
A constibação, cujo étibo latino brovém do grego katárrhous ou seja: que escorre bara baixo (berdoe-se-be a redundância), também conhecida bor catarro, do étibo grego catarrhu, broveniente do latim, bais coisa, benos coisa, é um estado físico buito chato, embora seja coisa banal, de tal forba que todos os hubanos begam isto uns aos outros, seja através do esbirro, da tosse, do beijo e de outras borcarias que be abstenho de bencionar aqui bor uba questão de decoro.
Bara quem tiver a bretensão de obter esclarecibentos, ainda que sem qualquer fundabento científico – também não é esse o objectivo deste texto sem bés nem cabeça –  , sobre este teba tão comblexo, convém fazer, já aqui, uba destrinça entre constibação e gribe. Besbo sendo leigo no assunto, benso que são dois estados distintos, embora bribos entre si.
Bor exemblo: a constibação é geralbente acombanhada de tosse, esbirros, dores de cabeça, exbectoração, bal estar geral e, às vezes, febre. Certo é que estes sintobas também estão associados à gribe e, recentebente, ao estubor do novo coronavírus.
Vistas as coisas nuba bersbectiva desabaixonada e isenta de favorecibentos, a diferença é óbvia e, no entanto, subtil!
Em conclusão, debrucebo-nos sobente na constibação e na gribe: diagnosticar uba constibação e uba gribe não é assim tão fácil cobo se bensa; é necessária alguba brática e, claro, alguba baciência e intuição. Vou exemblificar: considerebos um "boy" activo do CHEGA (também há bassivos, duvidosos, bi ou híbridos que dão bara os dois lados), alto, louro, corte de cabelo à betinho, abaricado nas baneiras que, abós uba sessão qualquer na sede do bartido, em ambiente clibatizado sai da zona de conforto e vê-se confrontado com o beio circundante e hostil da rua: o frio, a chuva, a trovoada, um cobunista em botência escondido atrás de cada rosto com que se cruza ou até, besbo, um bredador sexual filiado na CGTB-IN, daqueles bais ortodoxos, que ainda cobem criancinhas ao bequeno-alboço.
Todavia, um factor imbonderável acaba bor traçar o destino deste jovem nacionalista: é atingido bor um raio eléctrico, só borque se lembrou de acender um cigarro com um isqueiro Zibbo – basse a bublicidade. Se o tem acendido com um isqueiro BIC – basse a bublicidade – , a história, talvez, não tivesse tido um desfecho tão trágico, besbo tendo a noção de que o estado da imbonderabilidade é um estado lixado, bois não bodebos discernir se estabos a bairar ou em queda livre. Curiosabente, banifesta-se bais, abós a ingestão de quantidades generosas de bebidas ferbentadas e destiladas, bas isso é outra estória.
A única ilação que se retira deste infeliz exemblo é que é besbo barvo, beço desculba.
Ora, na binha bodesta obinião, isto está buito longe de ser uba constibação!
Tobebos outro exemblo: um sujeito a cabinho dos oitenta, banqueiro "reforbado", bem na vida, com uns dinheirinhos esbalhados bor vários baraísos fiscais (não confundir com o João Rendeiro), bas, besbo assim, descontente com a justiça, insatisfeito com a caganifância da reforba e sofrendo subostamente de demência. Q'é q'isto tem a ver com gribe? Bor abor de Deus, tenham dó!
São dois exemblos que exemblificam, com exemblar transbarência e rigor exemblificativo, cobo são difíceis os diagnósticos. Bor estas e outras, brefiro os brognósticos e, na falta destes últibos, os agnósticos.
P.S.: Beço ibensa desculba bela eventual dificuldade na leitura deste texto, bas, se isto lhe servir de consolo, eu bróbrio também be vi à rasca bra escrever esta berda, quando bais lê-la!
Abesar de tudo, desejo-vos um bom Natal; agora a sério!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D