Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O TÓRAX

por João Brito, em 28.10.17

o tórax.jpg

Para quem já esqueceu o que aprendeu na escola sobre a morfologia do corpo humano, apraz-me relembrar que o tórax situa-se ligeiramente abaixo do pescoço, medindo pouco mais do que um palmo de comprimento.
Muitas pessoas ainda acreditam que as pernas saem do tórax. Ora, tal crença há muito que foi desmistificada. No entanto, acho que ainda vai decorrer bastante tempo até que esta superstição seja erradicada da nossa sociedade. 
Há outras pessoas que questionam liminarmente a existência do tórax, dado que acreditam, sabe-se lá porquê, que a cabeça assenta em cima da barriga. 
A talhe de foice importa referir que o umbigo é uma aberração geográfica do abdómen, como veremos a seguir, se não me esquecer. Pode-se, portanto, inferir que o tórax está bestialmente bem situado.
Imaginemos, só por breves momentos, que o tórax se situava acima da cabeça. É evidente que não dava muito jeito; não é preciso ser muito esperto para chegar a esta conclusão, julgo eu, sabendo que não estou muito certo.
Pensa-se que o tórax foi descoberto pelos fenícios, embora não existam estudos que sustentem a veracidade de tal pensamento, ou seja, por enquanto é tudo muito vago. Todavia, desconhecendo-se em pormenor as circunstâncias que rodearam esta hipotética descoberta, também não é difícil imaginar como pode ter acontecido: um fenício lembrou-se de olhar para baixo, reparou que havia qualquer coisa a separar o seu pescoço da sua barriga e apressou-se a registar a patente. Penso que a maioria de nós deve ter concebido a coisa assim, não vejo outra explicação.
É difícil explanar, por palavras simples, a composição do tórax. Difícil e moroso, portanto o melhor é passar à frente. Bastará referir que o tórax contém o peito que por sua vez contém o coração, os pulmões e as costelas que protegem os dois órgãos em caso de queda ou choque.
Os pulmões são dois e servem para respirar. Se se tapar a boca e o nariz, em simultâneo, chegar-se-á facilmente a essa conclusão ao sentir-se falta de ar.
O coração, como é comummente aceite, é uma bomba e, paradoxalmente, não se pode viver sem ele. Há quem o tenha colado ao peito, na boca, nas mãos, aos saltos, ao alto, uns com coração mole e outros empedernido.
Há gente com muito bom coração, sem coração e, supõe-se, com coração de leão. A propósito desta conjectura, não está cientificamente provado que alguém tivesse sobrevivido com um coração de leão. Nem mesmo aquele gajo inglês - o Ricardo.
Quanto ao peito, a mulher leva, quase sempre, vantagem sobre o homem. Com efeito, ela possui dois peitos, não obstante ter um tórax. Bem, o homem é provido de igual número de peitos, mas, na generalidade, não são tão evidentes. Certo, certinho, é o facto indesmentível (até prova em contrário) de que o peito fica à frente das costas em ambos os sexos. Para fechar o assunto do peito, temos as vulgares dores de peito que nem sempre são sintomas de angina ou enfarte. Às vezes são gases ou crises existenciais ...
Em jeito de conclusão e a propósito das costas, elas representam a parte de trás do tórax e são, também, um elemento fundamental na sua constituição; não fossem elas e via-se tudo. Para além desse facto insofismável, as costas servem para carregar objectos, pessoas e animais e também para levarem palmadinhas e facadas. A somar a tudo isso, é sempre por elas que se trama quem não se grama, quem as tem largas ou quem queira ver alguém por elas.
Enfim, se me lembrar, pode ser que me debruce mais profundamente sobre a importância das costas, nomeadamente as dores de costas. Ora, quem não tem dores de costas, hã? Vá, diga lá!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D